Webmail do Servidor

Semu vai capacitar 500 empregadas domésticas

21 de julho de 2013 - 8h37

Montagem do local onde será realizado o Projeto "Temperando Sonhos"

Montagem do local onde será realizado o Projeto "Temperando Sonhos".


Um espaço onde a culinária é o tempero para o conhecimento. É o que propõe o projeto "Temperando Sonhos" por meio do qual 500 trabalhadoras domésticas receberão qualificação profissional de alta qualidade. A ação, promovida pela Secretaria de Estado da Mulher (Semu), será realizada em um Espaço Gourmet, que está sendo construído especialmente para essa capacitação.


Já há uma turma fechada para o turno da tarde. Ainda serão formadas mais uma à tarde, duas pela manhã e uma aos sábados. Depois do termino da formação das turmas, a Semu definirá o período de realização do curso, que deverá ocorrer em agosto.  As inscrições estão abertas no Sindicato das Trabalhadoras Domésticas (Casa do Trabalhador, 1º andar Sala 204, bairro do Calhau, em São Luís).


A Coordenadora Pedagógica do projeto, Marineia Costa Marinho explicou que, devido a novas mudanças trabalhistas das empregadas domésticas, através do curso elas vão poder ter mais qualificação. "É um aprendizado da mais alta qualidade, com professores qualificados e experientes em gastronomia nacional e internacional".


O projeto, inovador, possibilitará impactos sociais na vida das trabalhadoras domésticas e vai servir de modelo para outros cursos. Em duas semanas, as mulheres irão assimilar conhecimentos práticos e teóricos da mais refinada gastronomia brasileira e internacional. Neste período, a aprendiz também irá vivenciar setores operacionais: produção, organização de eventos, planejamento de cardápios, postura profissional e serviço.


Para a secretária em exercício da Semu, Crisális Fonseca, o projeto vai atuar com mulheres que já estão exercendo algum tipo de atividade no mercado de trabalho, mas, que nunca tiveram a oportunidade se participar de uma qualificação profissional com direito inclusive a certificação.


De acordo com a diretora do Departamento de Projetos Especiais e Captação de Recursos da Semu, Cláudia Gouveia, a ação proporcionará uma experiências criativa e valorosa com a possibilidade das participantes descobrirem novas habilidades e potencialidades.


Serão 50 horas de aprendizado sobre a elaboração de almoços, jantares, doces, salgados, confeitaria e coquetel, com aulas ministradas por professores especializados dentro de um Container que será instalado na área de estacionamento da Casa do Trabalhador (Avenida Jerônimo de Albuquerque - Retorno do Calhau, em São Luís).


 Oportunidade


Para Crisális Fonseca a capacitação proposta é  uma oportunidade para as trabalhadoras domésticas consolidarem a sua participação do mercado de trabalho e se sentirem motivadas a montar seus próprios negócios. “Elas vão ter a oportunidade de qualificarem seus aprendizados e darem um novo rumo em suas vidas”.


A doméstica, Lourdes Helena Silva fez a sua inscrição e diz estar preparada para novos conhecimentos. "Acho importante aprender novas culinárias; os meus clientes, com certeza, irão gosta".